Pitaqueiro, opiniático … e teorético

Eu sou daqueles que tem opinião pra tudo. Dou pitaco mesmo, falo o que penso sobre qualquer tema, mesmo que o meu conhecimento sobre o assunto seja raso (o que quase sempre é, como todo mundo) – mas eu deixo isso claro, não finjo que sou especialista em qualquer coisa. E também não sou do tipo que acha que a única opinião que vale é a minha. Ouço, tanto quanto falo. E quando não gosto de determinado tema, não ouço nem falo.

Sou chato, mas sou consistente. E justo. Se eu defendo determinado ponto de vista, raramente você vai me ver mudando de lado (de opinião sim, naturalmente). Se eu fico sabendo de algum novo dado que invalide minha defesa anterior, reavalio, dou meu braço à torcer, numa boa. Mas se isso não acontece, e você não me oferece argumentos suficientes para que eu reavalie minha posição, não adiantam falácias do tipo “ah, você não está informado o suficiente” ou “você só diz isso porque _______”.

Eu gosto de conversar e discutir com pessoas inteligentes e que sabem argumentar.

Depois de um certo tempo de vida – que eu considero metade de minha vida útil, o que vier depois é lucro – eu acabei colecionando algumas teorias, e de vez em quando compartilho com outras pessoas. Vez por outra alguém me pergunta porque eu não escrevo isso em algum lugar. Eu sempre digo que vou escrever, que preciso formular melhor, etc.

Bom, resolvi que vou registrar minhas teorias aqui neste blog. Algumas delas são 100% “minhas”, formuladas do zero nesses anos de papos e pitacos. Outras tem colaboração de 1 ou 2 outras teorias que ouvi durante a vida e acabei desenvolvendo, tentando rebater, criando em cima.

Não chega a ser nada científicamente comprovado, não é fruto de pesquisas ou experiências, é baseado em observação e conversas, como disse. Fique à vontade para discordar – com argumentos ;-).

Textos que você também pode gostar

Written by Manoel Netto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *